Ultima atualização: 20 de abril de 2020

Como escolhemos

8Produtos analisados

17Horas investidas

4Estudos avaliados

76Comentários coletados

Tecnicamente chamado de odômetro, o medidor de distância, apesar de não parecer, está presente no cotidiano de quase todas as pessoas. É um instrumento tão antigo e útil quando a própria roda, utilizado para calcular distâncias percorridas a partir do número de giros de uma roda.

Geralmente, o medidor de distância é adotado em trabalhos ligados à construções e na agricultura. Mas ele ainda está bem mais perto do que se imagina: no painel do seu carro, mostrando a quilometragem que o automóvel já percorreu. Está interessado em saber mais? Nas linhas que seguem, vamos mostrar os principais aspectos dessa ferramenta, para ajudá-lo a escolher o modelo ideal para você.

O mais importante

  • A primeira coisa que deve ser considerada sobre o medidor de distância é o tipo de contador que você precisa. Um medidor manual não tem limites para o registro da distância e tampouco necessita de fonte de energia. Por outro lado, o medidor digital traz vantagens como precisão de cálculo e dispositivos de segurança.
  • Antes de decidir por um modelo específico de medidor de distância, tenha em mente as condições do solo onde ele será utilizado. Nem todos os medidores são projetados para uso em qualquer superfície. Há os desenvolvidos apenas para terrenos regulares e outros para trajetos mais rústicos.
  • Também é importante considerar as características de design do medidor. A estrutura do cabo e o tamanho da roda podem influenciar tanto no uso prático quanto na finalidade do equipamento. Modelos ergonômicos e com facilidade de transporte são sempre bem vindos.

Os melhores medidores de distância do mercado: nossos favoritos

Nesta seção, você vai encontrar uma lista com alguns dos modelos de medidor de distância mais vendidos do mercado. Preparamos uma seleção com base na finalidade e nos destaques de cada produto. Veja os detalhes de cada um deles. Assim, com as informações mais relevantes de cada um, ficará mais fácil escolher o modelo mais adequado às suas expectativas.

O medidor de distância com contador digital

Esse medidor foi desenvolvido para tornar mais leve o trabalho de mensuração de distâncias. Com cabo fabricado em alumínio de alta qualidade e roda em plástico e revestimento em Poliuretano, ele é indicado para superfícies planas, sem irregularidades.

O punho emborrachado e o sistema de freio por gatilho permitem mais agilidade e conforto ao longo do trabalho. O contador digital chega aos 5 dígitos, podendo medir até 9999,9 metros.

O medidor de distância com ajuste de altura

Ideal para trabalhos que exijam rapidez e versatilidade, esse medidor de distância da Worker é confeccionado com cabo telescópico em alumínio e três regulagens de altura. Com isso, proporciona postura correta e garante a execução dos serviços sem prejuízos para a saúde.

A roda tem revestimento em borracha termoplástica e enfrenta todos os tipos de superfície.O contador de 5 dígitos é automaticamente zerado ao final de 10 mil metros.

O medidor de distância ideal para esportistas

Registrar o desempenho e monitorar a evolução durante a prática esportiva é uma necessidade para quem procura objetivos mais concretos em sua atividade. Esse medidor de distância é ideal para quem pratica ciclismo.

Além de mensurar a distância percorrida, ele conta com 22 funções como cronômetro, termômetro, tempo de treino e velocidade, com base na aferição da distância percorrida e distância total. Esse equipamento será seu melhor companheiro de pedaladas.

Guia de compras: O que você precisa saber sobre um medidor de distância

Antes de decidir se vai comprar um novo equipamento, seja para o trabalho ou para o seu lazer, é necessário que você conheça os pontos de destaque do medidor de distância. Para isso, preparamos um guia baseado nas principais dúvidas que podem surgir durante o processo de compra. Fique atento a cada detalhe!

medindo distâncias

O medidor de distância é geralmente utilizado por profissionais que atuam na área da construção ou na agricultura. (Fonte: Vitantonio Caporusso: 99817058/ 123rf.com)

O que é um medidor de distância e para que é utilizado?

Chamado tecnicamente de odômetro — e, ainda, de topômetro — o medidor de distância é um instrumento que permite calcular a distância percorrida entre dois pontos. Presente em todos os automóveis, tanto no formato digital quanto analógico, ele é responsável por medir a distância de uma viagem ou calcular uma rota. O resultado dessa medida é mostrado por um painel, que varia de acordo com o modelo do medidor.

Apesar de prioritariamente usado pelas montadoras de carros, o uso do medidor de distância é muito diversificado. Ele pode ser adotado em todos os trabalhos que envolvem medidas de grandes áreas, como na construção civil, na engenharia de tráfego, na agricultura e em trabalhos de topografia.

Quais os tipos mais comuns de medidor de distância?

Não existe uma regra geral sobre o tipo, a qualidade e a utilização de um medidor de distância. Ainda assim, é possível classificá-los a partir da sua aplicação prática de acordo com as condições do terreno, o material de que é fabricado e a finalidade do uso. Portanto, podemos listar como principais os seguintes tipos de medidores:

Medidor de distância analógico

  • Foi o primeiro modelo a surgir no mercado.
  • Bastante preciso. Mas tem como desvantagem a facilidade de manipulação dos dados coletados.
  • Não depende de bateria.
  • Oferece apenas um tipo de unidade de medida.

Medidor de distância digital

  • Utiliza um mecanismo digital de maior precisão.
  • Possui uma pequena tela que exibe os valores coletados.
  • Depende de bateria.
  • Oferece diferentes tipos de unidades de medida.
medição de linha rodoviária

Não existe uma regra geral sobre a qualidade e o uso do medidor de distância. A diferença entre cada tipo terá mais relevância de acordo com a prática. (Fonte: David Pimborough: 77517821/ 123rf.com)

Como funciona um medidor de distância?

O medidor de distância é composto por uma série de engrenagens conectadas a uma roda por meio de cabos. Cada dente da engrenagem tem um número atribuído em sua borda. Além disso, também são calibrados para funcionar em determinadas velocidades.

Entre o medidor de distância digital e o analógico praticamente não há diferença com relação ao funcionamento: a medição é baseada na quantidade de voltas que a roda executa, levando em consideração o tamanho do próprio diâmetro.

Os dois tipos de medidor garantem precisão nas medidas.

A diferença básica é que o medidor de distância digital utiliza um imã para captar os giros por meio do contato magnético. Assim, quando os imãs da roda e do sensor se cruzam, é enviado um pulso para o contador, que converte esse estímulo em informação sobre a distância percorrida.

Quais são as partes de um medidor de distância?

Considerando a composição e o funcionamento do medidor de distância, é possível definir uma estrutura básica desta ferramenta. Seja digital ou analógico, todos possuem elementos essenciais para o correto funcionamento do equipamento. Ao avaliar um modelo de medidor de distância, é preciso verificar os seguintes componentes:

  • Cabeamento até a roda: Esses cabos são os encarregados da comunicação entre as engrenagens da roda e o contador, propriamente dito. Sem o cabeamento, as informações não chegam ao painel. Os cabos estão presentes tanto nos modelos analógicos quanto nos digitais. Assim, independentemente do modelo que escolha, certifique-se sobre o cabeamento.
  • Engrenagem: Parece óbvio falar sobre a engrenagem, mas ela é o que de fato faz um medidor de distância funcionar corretamente.Trata-se de uma roda dentada que define, por meio do entrelaçamento desses dentes ao girar, o número de voltas que o contador vai registrar. Em resumo, a quantidade de giros que a engrenagem dá é o que define a distância que foi percorrida.
  • Núcleo e sensor magnético: Além da função de receber o pulso magnético e enviá-lo para o contador que registra a distância percorrida, alguns modelos também utilizam o núcleo magnético para gerar a energia que alimenta o próprio medidor de distância. Dessa forma, enquanto roda, a engrenagem ajuda a produzir a própria fonte de alimentação.
Ricardo LozanoEspecialista em vistoria veicular

"Há pessoas que, desonestamente, reprogramam o medidor de distância dos automóveis, usando softwares e dispositivos relativamente baratos, desenvolvidos originalmente para calibrar os odômetros avariados. Infelizmente, essa pessoas utilizam de má fé para enganar os clientes sobre a quilometragem percorrida pelo veículo".

É melhor utilizar o medidor de distância digital ou o analógico?

Não há uma resposta direta e especifica para essa questão. Isso porque o rendimento do aparelho será melhor ou pior de acordo com vários fatores no seu funcionamento e estrutura e não especificamente de acordo com o tipo do medidor.

Apesar de, como desvantagem, o medidor de distância digital possuir a fragilidade de poder ser manipulado e alterado, a precisão na coleta dos dados e a capacidade de mostrar diversas informações ao usuário, ainda o colocam como um produto de destaque.

O modelo analógico, por sua vez, tem recursos limitados e também pode ter espaço para adulteração de informações. Essas são algumas das razões pelas quais os modelos mais tecnológicos têm ganhado mercado.

Sobre a fonte de energia, o modelo analógico é o mais adequado para quem não espera depender de alimentação seja por pilhas ou por outros tipos de baterias. Como não depende de energia para funcionar, o medidor de distância analógico pode ser usado em todas as situações.

medição de distância

Presente no painel de todos os veículos, o medidor de distância pode ser tanto um equipamento digital quanto analógico. (Fonte: Bjoern Wylezich: 52074416/ 123rf.com)

Como um medidor de distância pode ser útil?

O medidor de distância pode ajudar, basicamente, a calcular distâncias e trajetos para melhorar o planejamento e monitoramento de diversas atividades em distintos segmentos do mercado e até mesmo da rotina diária.

Essa função principal do medidor de distância cumpre um papel fundamental na elaboração de projetos de construção de rodovias e na análise e monitoramento de grandes áreas. No segmento automotivo, agregado ao velocímetro, permite controlar as distâncias percorridas.

Também na arquitetura e na jardinagem o medidor de distância desempenha funções que auxiliam no desenvolvimento dos projetos. Isso porque permite obter dados precisos sobre as dimensões de áreas para a construção de obras ou benfeitorias, sejam internas ou externas.

Critérios de compra

Se você está certo de que o medidor de distância é o produto ideal para suprir as necessidades do seu trabalho ou da sua rotina, é chegada a hora de decidir qual o seu modelo preferido. No entanto, é importante considerar alguns aspectos fundamentais para que o seu medidor de distância atenda as expectativas do seu projeto. Veja a seguir quais são eles.

Roda

Peça fundamental em um medidor de distância, a roda deve ser o primeiro item a se analisar para encontrar o modelo ideal. É importante considerar o tamanho da roda. Normalmente, ele é definido com base em sua circunferência e costuma variar entre oito e dezesseis centímetros.

Além disso, outro aspecto considerado crucial a respeito da roda é o tipo de solo onde ela será utilizada. É provável que você pretende utilizar o seu medidor em diversas situações. Portanto, vale a pena considerar um modelo com roda maior por ser o que está apto a operar com eficiência independentemente da regularidade do solo.

Material

Outro elemento essencial para se levar em conta ao comprar um medidor de distância é de que material ele é produzido. Visto que há uma grande variedade no mercado, dê preferência aos projetados em aço. Além de mais resistentes, são mais leves e facilitam a execução do trabalho.

Também é importante avaliar com cautela o material da roda. Por exemplo, uma roda feita em plástico ABS e recoberta em borracha é a mais indicada para terrenos escorregadios. Se pretende mais durabilidade e adaptação à várias circunstâncias, prefira a roda produzida em aço.

medidor de distância digital

Entre o medidor de distância analógico e o digital há muito poucas diferenças, no que diz respeito ao funcionamento. (Fonte: Sergey Tinyakov: 83359814/ 123rf.com)

Medição e precisão

A capacidade máxima de um medidor de distância costuma ficar entre quatro e seis dígitos. No entanto, os modelos mais comuns no mercado são os que chegam até cinco dígitos. Ou seja, eles voltam à marcação "zero" a cada vez que registram 10 mil metros de distância percorrida.

Embora ofereça muita precisão nos dados coletados, o medidor de distância opera com uma margem de erro, que tem como desvio aceitável até 10 centímetros a cada 100 metros. Sendo assim, avalie a margem garantida por cada um dos modelos antes de finalizar a compra.

Unidades de medida

Apesar de estarmos acostumados com o medidor de distância exibindo dados em quilômetros nos painéis dos veículos, o seu trabalho pode requerer mais precisão e uma outra amplitude de medidas. Por isso, é válido considerar qual a unidade de medida fornecida pelo equipamento.

Nesse sentido, o medidor de distância digital pode ser o que faz mais sentido para as suas tarefas. Isso porque a maioria dos modelos oferece a possibilidade de alternar a unidade de medida, podendo, além dos dados em quilômetros, converter os resultados para metros, polegadas e até milhas.

Tamanho

Embora pareça um aspecto menos importante, o tamanho do medidor de distância tem impacto prático no uso diário do equipamento. Certamente, contar com uma ferramenta de trabalho que seja, além de leve, adaptável a quem vai utilizá-la é uma grande vantagem.

Dessa forma, procure por modelos que tenham cabo com altura ajustável. Esse pequeno detalhe fará diferença no conforto ergonômico de quem vai operacionalizar o equipamento, evitando esforço excessivo e eventuais problemas de postura.

foco

Muitos modelos de medidor de distância contam com cabos telescópicos ou dobráveis. Essa característica facilita o transporte do equipamento e o torna ainda mais versátil.

Acessórios e funções

Alguns itens, agregados ao seu medidor de distância, podem ser grandes diferencias na hora da escolha do produto ideal. Procure avaliar se um componente extra poderá ser de fato útil na execução do trabalho antes de comprar.

O cavalete de apoio, por exemplo, é particularmente funcional caso seja necessário pausar uma medição. Ele vai garantir que você mantenha o seu medidor no local exato onde parou. Funções extras no painel do contador, como avançar ou retroceder a medição, também podem ajudar no momento de finalizar alguns cálculos.

Se você vai utilizar o medidor de distância na prática esportiva, funções como registro de velocidade, cronômetro, termômetro e outros monitoramentos podem ser essenciais para manter a sua pedalada — e a sua saúde — em níveis seguros.

Resumo

Em princípio, escolher um medidor de distância parece uma atividade simples e corriqueira. No entanto, como você pode conferir ao longo desse guia, não basta que o equipamento possua uma roda e um contador! Existem diferenças entre os modelos que podem impactar na execução das tarefas esperadas. Para obter a máxima eficiência, cada detalhe importa.

Isso significa que, antes de comprar um medidor de distância, é preciso avaliar a qual finalidade pretende destiná-lo, em que tipo de terreno ele será mais utilizado e quais os materiais e recursos mais adequados para cada atividade que o medidor de distância vai desempenhar.

Foi para ajudar na sua escolha que preparamos esse material. Esperamos ter atingido o nosso objetivo. Por isso, se esse artigo foi útil, deixe-nos um comentário e compartilho nosso conteúdo em suas redes sociais. Muito obrigado!

(Fonte da imagem destacada: Vitantonio Caporusso: 76628394/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Escreve artigos para vários sites e meios eletrônicos. Gosta de escrever para a internet e é aficionado por SEO. Especializado em escrever sobre ferramentas e produtos tecnológicos.